quarta-feira, 29 de abril de 2009

Notícias Poético-matutinas

Já são nove e quinze
A prazo ainda acordo
Penso na Argentina
E logo me vem o Brasil

Sinto que a manhã se abriu
E o sol já vai bem alto
O cheiro do café logo vai me despertar
como um guindaste

Os embustes do senado
As mortes nos viadutos
A alta do dólar
O clima em Pernambuco

A reforma na Língua Portuguesa
A que ontem me invadiu
Um cleptomaníaco que só não foi preso
porque tinha muito dinheiro.

Paulo César Pinheiro
Bastos, Brant, Borges, Blanc
Chico e Caetano
Ainda preciso viver muitos anos!

3 comentários:

Ludmila Melgaço disse... Responder comentário

Sempre passo por aqui, e sempre tá DEMAIS!
Parabéns! =)

clelia disse... Responder comentário

Rapaz eu não sabia que vc era tão bom no que fazia,Já dei uma olhadina nas suas músicas e quando for numa loja tenha ceerteza seu cd vem para casa.E sua poesias, MARAVILHOSAS.

Anônimo disse... Responder comentário

todo dia agora vou da uma olhadinho e contar para meus amigos o tipo de som que vc leva, Muito bom Som de qualidade.