quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Tenham Fé!

Cada vez mais me decepciono com as pessoas
Elas soam quase nada
E muito
Elas fazem barulhos sem sentido
E não sentem

As pessoas hoje não precisam de cultura
Elas aturam o mundo só com dinheiro
Os cheiros?
Elas não sentem mais
Só respiram

Pirar?
Faz parte do dia-a-dia
e leva o chique nome de stress
Press the button and stop

O pop não é pop
Mas domina o mundo
Nem o papa é
Tenham fé!

Feito no Politeama Sarau Diverso, 16 de dezembro de 2008.
São Paulo – SP - Brasil

2 comentários:

Ivone fs ○ disse... Responder comentário

...feito e declamado no Politeama!


eu vi
eu ouvi
tava quentinho!!! rsrs

...viver sem arte é sufocar-se por enganos.

belo Heitor, gostei muito
poesia contemporânea reflexiva

bjssss

wandercilia disse... Responder comentário

Adorei essa parte:

"Pirar?
Faz parte do dia-a-dia
e leva o chique nome de stress "

Parece que está falando de pessoas com as quais convivo...rsrsrs